Como prolongar a vida útil da bateria

 

Dê partidas curtas, entre 5 e 7 segundos, caso o veiculo não pegue após a terceira tentativa solicite a análise de um mecânico ou eletricista. Não insista na partida por varias vezes, pois assim você evita ter dois problemas: o já existente no carro e a DESCARGA da Bateria.

 

• Não deixe luzes, rádio ou qualquer equipamento ligado quando o veículo não estiver em funcionamento, caso isso ocorra por algumas horas talvez seja necessário efetuar uma recarga lenta para repor a energia que a bateria perdeu nesse período, porém é imprescindível testar a densidade (força do ácido) antes da recarga. 

 

ATENÇÃO: Uma carga desnecessária também pode danificar sua bateria, recomendamos só efetuar este tipo de procedimento em postos autorizados que estão aptos a esse serviço.

 

• Faça um check-up na parte elétrica de seu veículo regularmente, dessa forma você minimiza a possibilidade de ter uma pane elétrica inesperada.

 

• Ao instalar qualquer opcional elétrico não original verifique junto à rede autorizada se é recomendável à substituição da bateria devido ao aumento da demanda elétrica, uma vez que, a bateria original comporta apenas os opcionais que já estão instalados pela montadora, é provável que na instalação de som automotivo, alarmes, rastreadores você tenha que alentar a potencia da bateria, substituindo com uma de maior amperagem. Se na instalação do SOM o técnico fez a ligação dos fios de alimentação do radio diretamente com o pólo positivo da bateria, é indicado que, quando o som estiver desligado, seja retirada a frente dele.

 

• Não ligue o carro com o som, ar condicionado, lâmpadas ou qualquer outro equipamento em funcionamento, no momento da partida o motor de arranque consome bastante energia, por isso devemos poupar a bateria utilizando-a nesse momento só para a partida, além disso, ligando o carro com equipamentos elétricos ligados você poderá danificá-los.

 

• As Baterias perdem carga após um período prolongado sem uso, portanto caso o veiculo não seja utilizado por um longo período, convém desconectar o cabo negativo.

 

• Para garantir a integridade do sistema elétrico, faça regularmente manutenções.

 

• Nunca feche o curto-circuito entre os pólos da Bateria, pois esse procedimento é extremamente prejudicial à mesma. Se o curto circuito for no veículo, poderá comprometer a integridade do sistema eletrônico.

 

• Verifique se a Bateria tem marcas de: impacto na caixa ou tampa e fixação inadequada ao suporte do veículo. Caso seja verificado substitua a Bateria por outra adequada.

 

• Certifique se a Bateria tem característica de exposição à sobrecarga como: nível de eletrólito baixo, caixa estufada, etiquetas escurecidas ou com bolhas ou redução significativa no peso da Bateria. Baterias com estas características devem ser substituídas.

 

• Problemas com: partidas dificultosas, luzes fracas, regulador de voltagem ou correias frouxas são indicadores de que a Bateria pode apresentar defeito.

• Submeta a Bateria ao equipamento de teste recomendado.

 

• Evite danos externos as Baterias e evite incliná-las mais que 45º.

 

• Remova a corrosão dos terminais, bandejas, retentores e suportes antes de instalar novas Baterias.